Segurança da Informação: o que é e por que a sua empresa precisa se preocupar?
Segurança da Informação: o que é e por que a sua empresa precisa se preocupar?

Segurança da Informação: o que é e por que a sua empresa precisa se preocupar?

Os avanços tecnológicos possibilitam que os processos de trabalho se tornem cada vez mais práticos e eficientes. Isto, através de softwares ou sistemas integrados. Entretanto, a rapidez das informações também tem sido um risco para muitas empresas devido à latente necessidade de segurança da informação, que pode implementar diversas ações para monitorar os dados e prevenir ameaças.

Quer saber mais sobre este assunto? Continue lendo este post! Descubra tudo que precisa entender sobre a importância da segurança da informação e como efetivar este processo em sua empresa.

 

O que é “segurança da informação?”

Antes de mais nada, do que se trata este nome? Como o próprio termo já sugere, se refere à proteção de dados de uma determinada organização. Esta proteção existe a fim de evitar falhas no sistema e os temidos ciberataques. Precisamos levar em consideração que grande parte de dados e informações de uma empresa atualmente estão armazenados na nuvem. Por isso, é preciso ter habilidades e ferramentas que possibilitem uma defesa mais segura às prováveis ameaças da rede.

A segurança da informação pode ser dividida em 3 fases:  a física, relacionada ao ambiente onde o software está instalado; a lógica, referente a todo o funcionamento do sistema; e a humana, que se refere principalmente aos membros da equipe de desenvolvimento da empresa.

 

Por que a cibersegurança é importante?

Manter seus dados livres de qualquer risco não é uma tarefa tão simples e, por isso, muitas empresas,  tanto pequenas quanto até mesmo as mais reconhecidas como exemplos de cibersegurança, já sofreram ataques virtuais e passaram por diversos prejuízos. Não é à toa que o Brasil foi considerado o 7º país com mais invasões de hackers no mundo, segundo o Relatório de Ameaças à Segurança na Internet, realizado no final do ano de 2018.

Sendo os ataques cibernéticos um dos golpes mais comuns no país, é preciso ficar atento para não perder informações importantes ou abalar a boa reputação de sua empresa nem colocar seus lucros em risco ou arruinar sua gestão. Além da clonagem, também tem sido feito o vazamento ou sequestro de dados, o que coloca em risco tanto o trabalho de uma equipe de profissionais quanto diversos setores de uma companhia.

Análises de dados da carteira de cliente pessoa física (B2C), ou pessoa jurídica (B2B), e dados em estratégias diversas da empresa podem ser bastante úteis para o bom desenvolvimento de um negócio. Dependendo das informações disponíveis, uma determinada organização fazer análises melhores de seu histórico e, consequentemente, obter vantagens competitivas no mercado.

Quais são os princípios da segurança da informação?

Existem pilares reconhecidos para sustentar a segurança da informação e estes precisam ser aplicados em diversas ações com o objetivo de blindar seus dados e proteger a imagem da sua empresa. Confira alguns dos mais importantes:

1) Confidencialidade e disponibilidade

apenas usuários autorizados podem acessar informações sigilosas, que estarão à disposição sempre que for necessário.

2) Integridade e conformidade:

garantir a preservação das informações e dos dados originais, para que não sofram violações durante o desenvolvimento do trabalho, e assegurar que os regulamentos e as normas sejam devidamente cumpridas no processo.

Como realizar este processo em sua empresa?

É fundamental manter a segurança da informação para manter a confiança de seus clientes e colaboradores. É importante estar à frente dos concorrentes e proteger sua empresa de qualquer uma das eventualidades. Por isso, reunimos alguns passos essenciais para ajudar você a ficar livre de ameaças virtuais. Confira:

  1. Realize treinamentos frequentes com sua equipe: a transparência com seus funcionários revela mais confiabilidade e o investimento em capacitações pode ajudá-los a ter mais conscientização sobre as normas que devem seguir na empresa, além de prepará-los para agir da melhor forma possível perante algum incidente.
  2. Separe um tempo para priorizar a cibersegurança: Diversos setores precisam de atenção, mas caso a segurança da informação seja deixada de lado, muito do seu trabalho pode ser perdido. Portanto, é fundamental sempre atualizar as configurações de segurança. É preciso monitorar cada uma delas para garantir o gerenciamento ideal em caso de alguma ocorrência não esperada.
  3. Defenda sua empresa dos malwares: adquira as habilidades, regras e ferramentas necessárias para proteger todos os setores do seu negócio contra softwares nocivos que podem infiltrar em seu sistema ilicitamente e causar diversos danos.

Como percebemos, pequenos detalhes fazem diferença neste processo de garantir a segurança da informação do seu negócio. Por isso, é importante ter sempre atenção durante todo o processo. Garantir um monitoramento mais eficiente certamente irá trazer mais benefícios no desenvolvimento da sua empresa.

Helaine Tahim