Sistema de Força de Vendas: como funciona e por que utilizar? | Polibras Software
Sistema de Força de Vendas: como funciona e por que utilizar?

Sistema de Força de Vendas: como funciona e por que utilizar?

Você conseguiria um retrato da sua Força de Vendas neste exato momento? Sabe quantas vendas já foram fechadas até o momento, que metas podem ou devem ser alteradas, quais regiões precisam de mais atenção e que vendedores estão performando melhor?

Imagine a vantagem competitiva que você ganha, se puder acompanhar ao longo do dia esses e todos os seus demais indicadores de venda. Tudo em tempo real! É isso que um software de Sistema de Força de Vendas pode fazer pelo seu negócio.

É claro que para tirar melhor proveito de um sistema automatizado você precisa ter a sua Força de Vendas bem planejada, corretamente gerida e alinhada com os objetivos da empresa. Mas se você deseja se destacar em meio à concorrência não há melhor caminho do que um software integrado.

Porém, antes de falarmos sobre os benefícios de um sistema de Força de Vendas, vale ressaltar que sua eficiência será proporcional à qualidade da equipe que será gerida e auxiliada por ele. Pouco adianta usar um sistema sofisticado se sua equipe e operação de vendas não estão bem ajustadas.

O poder da Força de Vendas

Quando o americano Phillip Kotler, considerado um dos papas da Administração de Marketing, define o conceito de vendas ele fala em esforço. Para Kotler, consumidores e clientes só darão preferência, e comprarão de forma constante os produtos de uma empresa, se houver um esforço substancial de vendas e de promoção. É nesse trabalho que se encontra a Força de Vendas.

A Força de Vendas de uma empresa começa por um planejamento dos resultados pretendidos. A partir desse planejamento é que são traçadas as estratégias para que se atinjam as metas, que podem estar relacionadas a volume de vendas, conquista de novos clientes ou voltadas para produtos e regiões específicas. Com todos os pontos definidos parte-se, então, para estruturação da equipe que irá representar a empresa e seus produtos junto aos clientes.

Dentro desse processo, diversos fatores vão trabalhar em conjunto para compor a resultante da Força de Vendas. São os objetivos e metas traçadas que irão determinar a forma de abordagem dos clientes, o padrão de potenciais clientes a serem prospectados e até mesmo o perfil dos profissionais que irão compor a equipe de vendas.

E tão fundamental quanto planejar e estruturar uma Força de Vendas é geri-la, com um acompanhamento constante dos rendimentos e resultados. Aí é que entram as vantagens de um bom sistema de Força de Vendas.

Indicadores e relatórios na palma da mão

Com um sistema de Força de Vendas, toda a operação de venda fica ao alcance da mão do gestor, com os mais diversos indicadores podendo ser consultados a qualquer momento no computador ou celular. As rotas dos vendedores podem ser acompanhadas em tempo real. Eles ganham agilidade para enviar relatórios e preencher pedidos.

As vendas realizadas podem ser integradas online, com o sistema de gestão da empresa (ERP), já descontando as comissões dos vendedores e atualizando com o controle de produção e/ou estoque. O gestor visualiza melhor a dinâmica do seu negócio e ganha velocidade para tomada de decisões e correções de rumo.

Outra vantagem oferecida pelos sistemas de Força de Vendas é a possibilidade de comparação de resultados a longo prazo. Pode-se, por exemplo, a partir do comportamento de determinados clientes, se antever o fluxo de vendas e até se pensar em ações ou promoções para atendê-los em épocas específicas.

Enfim, na era da comunicação digital, em que tempo e informação valem ouro, contar com um sistema de Força de Vendas já não é opção, mas algo essencial para quem quer se manter competitivo em seu mercado.

 

Helaine Tahim
Gerente de Marketing da Polibras Software

Banner Trade Marketing e as vendas!

Últimas postagens do blog

Cadastre-se e receba novidades do nosso blog